Nesta terça tem exibição de “Girl” e debate; dia 29, tem compartilhamento e diálogo de “Dança para quem não quer enxergar”

IPATINGA – O projeto Ocupação Hibridus apresenta mais duas atividades nesta terça-feira (22), às 19h. O grupo GT Gênero e Diversidade, dentro de sua proposta Cine Clube LGBT, irá exibir o filme “Girl” e logo após a exibição promove um bate papo com todos os presentes e convidados. A outra ação acontece mno dia próximo dia 29 quando o artista da dança Carlos Passos, da Flux Cia. de Dança e coordenador da Filó Incubadora fará um compartilhamento do processo de criação de seu mais novo trabalho “Dança para quem não quer enxergar”.

A Ocupação Hibridus, que tem o patrocínio da Usiminas via Lei Estadual de Incentivo à Cultura, foi um programa do Hibridus Dança lançado no início deste ano, que busca inspirar, conectar e transformar a energia criativa do movimento. A idéia do projeto é tornar o Hibridus um espaço de compartilhamento, vivência e intercâmbio de experiências e saberes. Uma plataforma de incentivo e fomento aos processos criativos nas mais diferentes áreas da criação, produção e gestão nos âmbitos cultural e de inovação. Um polo agregador entre os diferentes tipos de comunidades que formam a cena criativa de Ipatinga/MG.

SOBRE O GT

O grupo GT Gênero e Diversidade é um espaço que se formou na tentativa de agregar profissionais multidisciplinares e comunidade, para unir forças e propor ações para discussões de gênero e diversidade. Formado em 2016 e que contribui com ações culturais e informativas pela região do Vale do Aço, acerca da temática de gênero e diversidade.

SOBRE O FILME GIRL

Lara (Victor Polster) é uma jovem menina de quinze anos, seu maior sonho é tornar-se uma bailarina profissional e, com a ajuda do pai, ela busca uma nova escola de dança para desenvolver sua técnica. No entanto, a menina encontra dificuldades para adaptar-se aos movimentos executados nas aulas por conta de sua estrutura óssea e muscular, já que Lara nasceu no corpo de um menino.

“Girl” é um filme de drama belga dirigido por Lukas Dhont. Escrito por Dhont e Angelo Tijssens, foi exibido na mostra paralela Un certain regard no Festival de Cannes 2018. No festival, foi premiado com o Caméra d’Or, bem como pelo Queer Palm.

SOBRE CARLOS PASSOS

Carlos Passos é integrante da Flux Cia. de Dança criada em 2005 e coordenador da Filó Incubadora Cultural – Ponto de Cultura de Ipatinga criado em 2018.

“Dança para quem não quer enxergar” é o novo processo de criação da montagem de um solo coreográfico do artista. A proposta é a montagem de um espetáculo crítico ao próprio processo de criação da arte e de protagonismos sociais como o Racismo, LGBTfobia e ao ativismo político. Além do compartilhamento será realizado um diálogo das temáticas abordadas.

SERVIÇO

Exibição do filme “Girl” seguida de bate-papo

Data: 22 de outubro, terça-feira

Hora: 19h

Classificação: 16 anos

Compartilhamento seguido de diálogo de “Dança para quem não quer enxergar”

Data: 29 de outubro, terça-feira

Hora: 19h

Classificação: Livre

As atividades ocorrerão no Espaço Hibridus Dança – Avenida Vinte e Oito de Abril, 621 Sala 402 4º andar do JG Shopping Center – Centro de Ipatinga egratuitas abertas a toda comunidade respeitando a classificação etária.

Maiores informações pelo fone (31) 98551 3323.

Dança, cinema e bate-papo na Ocupação Hibridus