Solos Hibridus é um espetáculo de dança contemporânea de 80 minutos composto por quatro peças de seus integrantes. “Prumo”, de Wenderson Godoi; “Submersa”, de Maria Cloenes; “V de Tela”, de Rosângela Sulidade; e “Re-forma”, de Luciano Botelho, dão continuidade à celebração dos dez anos do grupo, ocorrido em novembro passado, e contam com as colaborações de Dudude Herrmann (BH), Marcos Nauer (RJ), Marco Paulo Rolla (BH) e Marcelo Evelin (PI).
Bio Hibridus Dança
Em 2002, na cidade de Ipatinga, MG, foi criada a Hibridus Cia. de Dança Contemporânea. Mas, com o passar do tempo e, em coerência com as pesquisas e atividades desenvolvidas, a Cia. passou a ser o Grupo Hibridus Dança, assumindo, assim, suas características e postura de coletivo. Desde sua criação, o grupo produziu dez trabalhos e, em suas andanças, o Hibridus circulou pelo Brasil, passando por seis estados e cerca de 19 cidades. Nesses 13 anos, o Grupo participou de importantes projetos dedicados à dança brasileira, como o Fórum Internacional de Dança (FID), Panorama Rio Dança, 1,2 na Dança, entre outros. E, em parceria com artistas argentinos, o Hibridus pôde levar seu trabalho para fora do Brasil, participando de projetos em Buenos Aires, Mar del Plata, La Plata e Córdoba na Argentina.
Ficha Técnica
Artistas da dança Luciano Botelho, Maria Cloenes, Rosângela Sulidade e Wenderson Godoi.
Colaboração/orientação/provocação Dudude Herrmann, Marco Paulo Rolla, Marcos Nauer e Marcelo Evelin
Realização Hibridus Dança
Iluminação Seminaluz
Trilha Pedro Bastos
Fotos Nilmar Lage

http://www.fid.com.br/2015/espetaculo/401/

V de Tela Hibridus_Nilmar Lage (30)

Solos Hibridus_Nilmar Lage (49)

08_prog