Grupo de Dança contemporânea ipatinguense volta a ser incentivado pelo BDMG

I115001

O grupo de dança contemporânea Hibridus Dança, de Ipatinga, foi o único grupo do Vale do Aço a ser contemplado na edição 2016 do Programa Trilha Cultural realizado pelo banco BDMG, que escolheu um total de 14 grupos culturais de todo o Estado.

Envolvendo teatro, dança e circo, o Trilha Cultural promove a circulação de trabalhos de artes cênicas em cidades mineiras. O Grupo Hibridus vai se apresentar com seu mais novo trabalho, ‘Da Carne ao Corte’.

O trabalho do Hibridus será mostrado nas cidades de Viçosa, Teófilo Otoni e Belo Horizonte, e em cada uma delas o grupo também vai ministrar uma oficina de produção cultural. A circulação está prevista para acontecer de agosto a novembro.

‘Da Carne ao Corte’
Resultado de uma residência vivenciada pelo grupo em Berlim, na Alemanha em novembro de 2015, com direção de Chaim Gebber, o espetáculo mostra uma brincadeira séria com o jogo do “bicho homem” cortando a própria carne para se tornar “gente”.

No palco vê-se a negação da identidade, dos desejos e instintos em prol da sociedade, com suas fomes e cavernas; da produção à prostituição do ser pelo bem maior ou pela própria sobrevivência. Da Carne ao corte é como um bovino que deixa de ser criatura e passa a ser criação.

Para Chaim Gebber, as cenas exemplificam a divisão do ser em suas partes, com o coração para a família, os braços para o trabalho, a cabeça para os desejos, e falam do ser possível e reinventado, adaptado ao meio e às possibilidades, o ser que não é, só está.

Programa Trilha Cultural BDMG
Dá apoio e fomento às artes cênicas, em especial as produções artísticas recentes realizadas em Minas. Seleciona grupos de artes cênicas que podem levar seu trabalho do interior para Belo Horizonte, do interior para outra cidade ou da capital para o interior de Minas.

Esta é a segunda vez que o Hibridus é contemplado no programa. A primeira aconteceu em 2005, quando o grupo circulou com o espetáculo ‘Abrindo Minhas Gavetas’, também dirigido por Chaim Gebber.

Hibridus Dança
Criado em 2002 o grupo, realiza trabalhos de dança contemporânea na Cidade do Aço. Além das ações artísticas, tem uma sala de ensaios onde acontecem aulas de dança contemporânea, pilates, yoga e krav maga. Tem um acervo de livros e dvds sobre a produção artística contemporânea e outras artes.

Participa das discussões de políticas públicas do município e do Estado e já circulou por várias cidades brasileiras e outros países. É promotor do ENARTCi- Encontro de Dança Contemporânea de Ipatinga, já com 13 edições, e quatro edições do ENARTCinho, dança contemporânea para crianças.

http://diariodoaco.com.br/noticia/105083-4/cultura/hibridus-na-trilha-cultural