Luciano Botelho mostra trabalho dirigido por Chaim Gebber

O solo de dança contemporânea ‘Verzeih Mir’, do artista Luciano Botelho, do Hibridus, será apresentado no próximo domingo (9), às 20h, na Casa de Teatro Perna de Palco, dentro da programação do evento Solus.

Verzeih Mir tem direção do artista mineiro Chaim Gebber, radicado em Berlim, e foi construído em 2014 por meio de uma bolsa de estudos com a qual Luciano Botelho foi contemplado na Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

As bases de Verzeih Mir foram as impressões que a cidade de Berlim deixou em Luciano, ao sair pela cidade colhendo impressões e, a primeira coisa que viu foi divisa do antigo Muro de Berlim.

Em seguida vieram as comidas, cheiros, a internacionalidade, as regras e os monumentos, em homenagem aos judeus, aos homossexuais perseguidos, aos heróis da resistência…

Cavando as feridas da culpa da tirania mundial, atacar a ferida alheia e a nossa, que apesar da falta de ‘monumentos’, se vê presente no chicote que ainda nos açoita, agora organizado em diferentes formas. Passear pelos preconceitos, tiranias, covardias, massacres, genocídios… e tome dor para carregar nos ombros.

Cruzar a mineirice com a universalidade, a nossa ditadura militar com os assassinatos em massa em outros países, por outros ditadores. O resultado é um pedido de perdão, pelas tiranias diárias que nutrem a tirania mundial, pela constante troca de papéis entre vítimas e opressores, pelo silêncio covarde e o grito opressor… Pelo boi da cara preta e pra não dizer que não falei das cores.

Luciano Botelho
Artista da dança, intérprete-criador, membro fundador do Hibridus, onde desenvolve trabalhos e estudos em dança contemporânea. Em 2014 vivenciou duas residências na Europa, a primeira em Berlim, onde, com o artista Chaim Gebber, criou o solo Verzeih Mir.

A outra foi em Lisboa, através do projeto de intercâmbio de difusão cultural do Ministério da Cultura (MinC), onde permaneceu por três meses estudando nos espaços Atelier Real com o artista João Fiadeiro, e no Centro em Movimento (CeM), sob a direção da artista portuguesa Sofia Neuparth, e onde também fez aulas com o dinamarquês Peter Michael Dietz.

Como os trabalhos artísticos do Hibridus Dança, grupo do qual faz parte, a experimentação, as trocas e compartilhamentos permeiam o trabalho do artista, assim como o encontro com o outro em suas várias nuances.

Solus – encontro de solos verbais e não verbais
A nova edição do evento acontece de 6 a 9 de agosto, promovida pelo Grupo Teatral Perna de Palco, e conta com outros três solos na programação, que pode ser conferida na íntegra no site www.hibridus.com.br, ou no facebook do grupo Perna de Palco, ou pelo telefone (31) 3822-2215.

SERVIÇO:
Espetáculo Verzeih Mir
Domingo (9) – 20h
Casa do Teatro Perna de Palco
Rua Jacarandá, 582 – Horto – Ipatinga
Lotação: 50 pessoas – Classificação: 16 anos.
Não haverá cobrança antecipada de ingressos, mas a produção irá rodar o chapéu entre o público, para que os presentes contribuam da forma, com a quantia e do modo que considerarem conveniente.

Fonte : ACS HD

http://diariodoaco.com.br/noticia/95970-4/cultura/verzeih-mir-no-solus

Bg_02