Aconteceu ontem, dia 06 de dezembro, no Hotel Dom Henrique, em Timóteo, a segunda edição do “Prêmio de Teatro Gente do Céu – Troféu Ricardo Maia”, promovido pelo grupo de teatro Gente do Céu.

O prêmio é uma homenagem a toda manifestação artística que se destacou em 2018. Foram várias as categorias premiadas nesta segunda edição e dentre elas a de Grupo de Dança Regional que mais se destacou em 2018, donde o grupo de Dança Hibridus foi agraciado.

As Indicações foram feitas por 30 técnicos e artistas regionais, com pesquisa, realizada entre os dias 05 de Outubro à 05 de Dezembro de 2018, autorizada pela empresa Inove de Timóteo, sendo entrevistadas 276 pessoas em todo colar metropolitano da região do Vale do Aço pessoalmente e pela internet.

Wenderson Godoi, um dos fundadores do Hibridus Dança, foi indicado ainda nas categorias de agente cultural que mais desenvolveu arte no Vale do Aço, assim como produtor regional que mais se destacou durante este ano.

“Muito importante para o Hibridus receber esse prêmio, ficamos honrados pelo reconhecimento e extremamente felizes por perceber que nosso trabalho tem alcançado cada vez mais pessoas. Obrigado aos nossos stakeholders, os professores do Espaço Hibridus, a USIMINAS que é patrocinadora do Grupo, gestores e técnicos”. Salienta Godoi ao receber o Prêmio.

Parabéns ao Grupo Gente do Céu por essa grande iniciativa que também se configura como uma ação de resistência e é realizada em comemoração de seu 22º aniversário. Vida longa ao grupo Gente do Céu.

Dentre os premiados estão:

Grupo Revelação do ano de 2018: Valentinas/Atriz Regional Revelação 2018: Aléxia Silva/Ator Regional Revelação 2018: Walace GodoyGrupo de Teatro que mais se destacou em 2018: Casa Laboratório/Espetáculo Monólogo que mais se destacou em 2018: Lindaurea – Diário Sexual de uma Mulher Feia/Espetáculo Infanto-Juvenil que mais se destacou em 2018: Mariana Catibiribana/Espetáculo Adulto que mais se Destacou em 2018: Humano Demasiado Humano/Espetáculo Regional Musical que mais se destacou em 2018: Valentinas/Cenógrafo Regional que mais se destacou em 2018: Camile Gracian/Iluminador Regional que mais se destacou em 2018: Otaviano Mendes/Figurinista Regional que mais se destacou em 2018: Joabi Sangi/Escritor de Textos e espetáculos de teatro, Regional que mais se destacou em 2018: Nena de Castro/Técnico de Som Regional que mais se destacou em 2018: Bruno Rodrigues/Fotógrafo Regional que mais se destacou em 2018: Nilmar Lage/Agente Cultural Regional que mais se desenvolveu arte no Vale do Aço em 2018: Leila Cunha/Produtor(a) Regional que mais se destacou em 2018: Marilda Lyra/Projeto ou Iniciativa Cultural Regional que mais se destacou em 2018: Casa Laboratório e Dama Produções/Instituição que mais Apoiou o Teatro Regional em 2018: Instituto Cultural USIMINAS e CENIBRA/Artista Circense que mais desenvolveu arte no Vale do Aço em 2018: Luis Yuner/Artista Regional que mais se destacou no CINEMA NACIONAL em 2018: Ronaldo Lampi/Ator que mais se destacou em Espetáculo Regional em 2018: Diego Martins/Atriz que mais se destacou em Espetáculo Regional em 2018: Camile Gracian/Diretor de Teatro Regional que mais se destacou em 2018: João Carlos CardosoPrêmio Especial Grupo de Teatro Gente do Céu:

https://www.essencialar.com.br/single-post/2018/12/09/Hibridus-Dan%C3%A7a-ganha-Pr%C3%AAmio-de-Teatro-Gente-do-C%C3%A9u